Muitas pessoas acreditam que para ser terapeuta é preciso ser psicólogo, mas a verdade é que não, você não precisa ser formado em psicologia para exercer a profissão. Existem diversos profissionais que atuam com terapia e um deles é o Terapeuta Holístico.

Esse profissional parte dos princípios da terapia holística, ou seja, olha a pessoa como um todo. Priorizando  pelo equilíbrio social, corpóreo e psíquico do paciente.

Essa busca é feita por meio de técnicas naturais e pelo autoconhecimento. Mais do que simplesmente escutar os problemas do paciente, o Terapeuta Holístico busca a plenitude dele. Através de métodos como, hipnose, massoterapia, acupuntura e diversos outros.

O que Diferencia o Terapeuta Holístico dos Outros Profissionais da Mente Humana?

É importante deixar clara a diferença entre os vários profissionais que estudam e tratam os problemas humanos. Cada qual possui seus métodos e qualificações específicas para exercer as respectivas profissões.

Terapeuta Holístico: Trata o problema como algo advindo de um desequilibro do ser como um todo. Busca orientar o cliente a buscar a cura por meio de técnicas váriadas.

Psiquiatra: Médico formado em medicina com especialização em psiquiatria. É ele, e somente ele, que pode prescrever remédios como tratamento.

Psicólogo: É o profissional que se forma em psicologia e se torna apto a tratar os problemas emocionais das pessoas e psicológicos por meio, principalmente, do diálogo. Cuida do consciente do paciente

Psicanalista: Terapeuta que se forma em psicanálise. Trata problemas emocionais e psicológicos com base nos ensinamentos de Freud, Lacan e Yung.

É essencial se ter noção das diferenças entre esses profissionais. Cada um possui seus métodos, técnicas e embasamentos teóricos, e, por isso, tratam de maneira diferente os problemas de cada pessoa.

Muitas pessoas tendem a enaltecer um dos profissionais listados acima, e tratar os demais como abordagens menos relevantes. Contudo isso é um grande erro. Cada profissional, seja ele Terapeuta Holístico, Psiquiatra, Psicólogo ou Psicanalista tem seu método de abordagem, e um não é menos ou mais relevante do que o outro. O que importa mais profundamente é que o cliente se identifique e consiga resultados desta relação.

As vezes, para você, a melhor coisa foi consultar com um psicólogo. Contudo, para outra pessoa a melhor solução foi começar a ir em um Terapeuta Holístico. Cada caso é um caso, e não vale a pena ficar tentando medir a importância de cada um desses profissionais.

Como Se Tornar um Terapeuta Holístico?

Por ser uma profissão auroregulamentada, não existe uma especialização específica ou obrigatória para exercer a profissão de Terapeuta Holístico. Contudo, é necessário ter conhecimento sobre diversas técnicas para só então começar a atender pacientes.

Em primeiro lugar o profissional precisa ter algumas características básicas, tais como: gostar de ouvir, ter sensibilidade, paciência e uma visão holística sobre a vida.

Além disso, é preciso estudar as terapias holísticas com que você tenha mais afinidade. Ou por gostar ou por já ter se consultado e ter obtido resultados com elas. Assim, o profissional será excelente na área escolhida.

Assim como um psicanalista pode ter uma abordagem mais voltada para os ensinamentos de Lacan, um Terapeuta Holístico deve pender para uma técnica específica com a qual se sente mais confortável.

Os Problemas do Ser Humano Como um Todo

A grande diferença do Terapeuta Holístico é que ele trata os problemas apresentados pelo paciente como todo, ou seja, não é só o fator gerador da queixa que será tratado, mas tudo o que ela resulta para aquele ser humano.

Muitas vezes as pessoas acreditam que apenas conversar irá acabar com todas as suas dúvidas e angústias. Algumas vezes apenas o diálogo funciona, mas em outras é preciso um trabalho conjunto para que o paciente volte a atingir o equilíbrio do seu ser.

Quando prolongamos por demais um problema, ele tende a nos afetar de diversas maneiras. Nós ficamos tensos, desanimados, raivosos, começamos a pensar que a vida não tem sentido e que seria melhor nem existir.

Isso desencadeia uma série de problemas que afetam o paciente não só psiquicamente, mas também no sentido corpóreo e sócia, tirando o seu equilíbrio como ser.

É nessa hora que o Terapeuta Holístico entre em ação. O objetivo desse profissional não é apenas tratar a causa, mas todas as consequências que o problema gerou para aquele paciente.